segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Assembleia Geral Ordinária da Ordem de Malta

No dia 26 de Novembro reuniu após a celebração da Santa Missa na Igreja de Santa Luzia e de São Brás, sede da Assembleia Portuguesa, a Assembleia Geral Ordinária para aprovação do Orçamento e do Plano de atividades para o ano de 2012.
Ambos os documentos, que se encontravam há 15 dias para consulta pelos membros da Assembleia interessados, foram apresentados pelo Conselho Diretivo acompanhados do parecer favorável do Conselho Fiscal, tendo  ambos, após a prestação de vários esclarecimentos e a recolha de diversas sugestões sido aprovados pela unanimidade dos confrades presentes.
Após o almoço os membros do Conselho reuniram em sessão deliberativa na sede.

Venda de Natal da Ordem de Malta

Nos dias 21 e 22 de Novembro decorreu na sala Vasco da Gama do Hotel Ritz em Lisboa a Venda de Natal da Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem Soberana Militar de Malta, destinada à recolha de meios para custear as obras assistenciais da Assembleia Portuguesa.
A inauguração no primeiro dia da venda contou com inúmeros Cavaleiros, Damas, Voluntários e amigos da Assembleia.
Presentes no acto S.E. o Sr. Embaixador Miguel de Polignac e S.E. o Sr. Presidente da Assembleia Portuguesa Sr. Conde de Albuquerque.
Esta iniciativa foi como sempre coordenada pela Secretária do Conselho, Excelentíssima Sr.ª Dona Maria da Conceição de Oliveira Martins, com a colaboração de algumas Damas.



Estas e outras fotos estão disponíveis na sede da Ordem em Lisboa.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Condecoração de S.E o chefe do Estado-Maior da Armada

No dia 21 de Novembro decorreu nos salões nobres da Embaixada da Ordem Soberana Militar de Malta no Palácio da Junqueira em Lisboa, a cerimónia solene de condecoração com a Grã-Cruz com Espadas (categoria reservada aos Militares) da Ordem Pro Mérito Melitense de S.E. o Sr. Almirante José Carlos Torrado Saldanha Lopes, chefe de Estado-Maior da Armada. Presentes um número significativo de Altas patentes da Marinha Portuguesa, diversos membros do Conselho Diretivo da Assembleia Portuguesa, S.E. o Sr. Embaixador José Bouza Serrano, Chefe de Protocolo de Estado e diversos amigos do agraciado.
Após a leitura do conteúdo do Despacho justificativo da concessão por S.E. o Sr. Conde de Albuquerque, Presidente da Assembleia Portuguesa, e co-proponente desta distinção conjuntamente com S.E. o Sr. Embaixador, deu-se a imposição formal das insígnias; posteriormente foi  proferido por S.E. o Sr. Embaixador Dr. Miguel de Polignac um pequeno discurso, ao qual S.E. o Almirante Saldanha Lopes respondeu com umas breves palavras.
Ficaram deste modo uma vez mais reforçadas ao mais alto nível, pessoal e institucionalmente as relações entre a Armada e a Ordem Soberana Militar de Malta em Portugal.




Ordem de Malta nas comemorações dos 750 anos da Vila de Portel

No dia 19 de Novembro, a Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem Soberana Militar de Malta fez-se representar nas cerimónias comemorativas dos 750º aniversário da concessão da carta de Foral à Vila de Portel.
Representou a Assembleia neste ato, o confrade João Fiúza Cabral da Silveira, assessor do Conselho Diretivo.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Venda de Natal da Ordem de Malta 2011

A habitual venda de Natal da Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem Soberana Militar de Malta, cuja receita se destina às Obras Assistenciais da Assembleia, terá lugar no Hotel Ritz Four Seasons na sala Vasco da Gama em Lisboa nos dias 21 e 22 de Novembro, sendo a Cerimónia de inauguração no primeiro dia às 18.30 horas.

Ordem de Malta Moçambique apoia crianças doentes do coração

 Uma vida não tem preço contudo, o custo médio de uma cirurgia cardíaca a coração aberto, a nível internacional é de USD 20.000,00. Num país em desenvolvimento, como Moçambique, onde existem numerosos doentes do coração e, onde infelizmente o assunto não é prioritário, por ser um país seriamente afetado pelo vírus do VIH/SIDA ou pela Tuberculose e, onde a população se encontra em estado de pobreza absoluta, os doentes do coração não têm possibilidade de se fazer tratar e, se necessário, operar, com especial incidência nas crianças. 
  
O ICOR (Instituto do Coração) é o único centro em Moçambique dedicado ao Coração e às doenças negligenciadas do mesmo, e que desde 2001 começou a tomar uma especial atenção às crianças vulneráveis vindas das zonas rurais do país, doentes e com problemas cardíacos fatais, tendo começado a operar missões patrocinadas e organizadas em colaboração com as Organizações não governamentais: Chaine de l’Espoir, a Chain of Hope e a Cadeia da Esperança. Em conjunto têm como missão tratar as crianças doentes do coração, de forma gratuita, nomeadamente as crianças que sofrem de Fibrose Endomiocárdica e que se encontram em fase grave da doença e, maioritariamente em fase quase terminal. Desde 2001 foram operadas a coração aberto 670 crianças de forma completamente gratuita.

 Contudo, este trabalho não pode contemplar simplesmente a operação, pois este tipo de casos clínicos necessitam de um acompanhamento cuidado, algo que estas crianças não conseguem ter acesso nos seus meios rurais e no seio das suas famílias, quando as têm, afetadas por níveis de pobreza incrível e incapazes de proporcionar-lhes, além dos cuidados médicos, uma alimentação cuidada e muitas vezes um simples telhado ou as mínimas condições básicas. Estas missões proporcionam melhores perspetivas de vida a essas crianças, mas torna-se necessário um acompanhamento posterior da situação única de cada uma.
  
A Ordem de Malta Moçambique decidiu então apoiar e ajudar estas missões. Em colaboração com o ICOR e com as Irmãs Salesianas, encontra-se a efetuar um levantamento das crianças mais necessitadas, para que se possa, de forma casuística, prestar o apoio complementar a estas crianças. Cada Criança terá a “sua” Irmã que estará encarregue de, mensalmente, supervisionar a criança, a sua condição familiar, escolar, alimentar e de saúde. Desta forma poderemos rapidamente entender como melhor ajudar cada caso. Temos, portanto, como objetivo este apoio complementar e imprescindível a estes casos dramáticos, possibilitando que estas crianças tenham uma vida mais normal e possibilitando que o ICOR continue, através deste acompanhamento, a observar regularmente e sempre que necessário as condições de saúde das mesmas.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Encontro com o Embaixador da República de Malta em Portugal

 Na passada semana S.E. o Sr. Conde de Albuquerque, Presidente da Assembleia dos Cavaleiros Portugueses e também Cônsul Honorário da República de Malta nos Açores, reuniu-se com S.E. o Sr. Embaixador da República de Malta em Portugal e com os Cônsules Honorários de Malta em Portugal, afim de abordarem temas de interesse comum entre a Assembleia Portuguesa e a República de Malta, designadamente em matérias de interesse cultural e religioso.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Distribuição de alimentos a instituições de benemerência

 No dia 5 de Novembro uma carrinha da Assembleia Portuguesa, conduzida pelo confrade Dr. Manuel Horta e Costa Arrobas da Silva, distribui, cerca de 1.400 quilos de batatas, repartidos em cerca de 70 sacas de 20Kg cada, por três instituições de benemerência regular e periodicamente apoiadas pela Assembleia Portuguesa.
A dádiva da empresa FRUSANTOS, assim repartida veio a beneficiar o asilo das Irmãs Servidoras do Cottolengo, o estabelecimento de Carnide da Confraria de São Vicente de Paulo, e o Centro Social do Menino Deus em Alfama.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Apoio aos peregrinos de Fátima no mês de Outubro

 Correspondendo a uma solicitação feita pela da Exm.ª Senhora Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Coruche um grupo de Voluntários da Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem Soberana Militar de Malta, prestou um significativo auxílio na estrada, no Concelho de Coruche a várias dezenas de peregrinos que se deslocaram a pé a Fátima para participarem nas cerimónias religiosas do dia 13 de Outubro.
Além da assistência médico sanitária, os peregrinos beneficiaram ainda do apoio Espiritual de um sacerdote, o Reverendo Padre Ricardo Lameira que colaborou nesta iniciativa da Assembleia Portuguesa.