domingo, 22 de dezembro de 2013

Mensagem de Natal

Queridos Confrades,

Mais um Natal.
A contemplação no Presépio do Deus Menino feito Homem para nos salvar, leva-nos a reflectir sobre a Mensagem do Natal: Deus assumiu a condição humana, sofrendo connosco para nos salvar.
E sem essa formidável mensagem de humildade, de generosidade e de Amor Divino, sem a adoração da presença inspiradora do Redentor feito criança numa gruta de Belém, nada faria sentido.
Para nós Cristãos a vinda do Menino Jesus é a revelação do mais profundo, autêntico e sincero Amor de Deus pelos homens.
Deus Pai dá-nos assim deste modo a todos e de modo muito particular a nós que temos a Honra de o servir procurando dar testemunho e cumprimento à nossa Missão enquanto Cavaleiros de Malta, um exemplo de Fé e de prática do Amor do Próximo.
Enquanto membros da Ordem Soberana Militar de Malta saibamos neste Natal focar os nossos corações naquilo que é verdadeiramente importante: ou seja naquilo que representa enquanto Mensagem de Amor pelos homens, o nascimento do Menino Deus.
E desse modo, guiados pelo Espírito Santo e pelo exemplo de humildade dado pelo nosso Santo Patrono, São João Baptista, roguemos ao Senhor que nos dê as forças necessárias para o cumprimento da nossa Missão.
Não nos deixemos cair em "mundanismos" estéreis, na eventual escravidão das aparências fúteis, em vaidades  estéreis e pretensamente estéticas, e nas tentações comerciais e mercantis que nos rodeiam muito em especial durante a quadra natalícia e que nos fazem por vezes esquecer o verdadeiro sentido e a verdadeira Mensagem do Natal, desviando-nos do seu verdadeiro significado; mas pelo contrário, queridos Cavaleiros, Damas e Voluntários da Ordem de Malta, peçamos ao Senhor Nosso Deus que nos conceda a graça de ter as nossas consciências e os nossos corações de modo cada vez mais intenso e compenetrado ao serviço de Nosso Senhor Jesus Cristo.
E que o façamos com um espírito humilde, generoso, aberto, solidário e Cristão, reforçado nas nossas convicções Cristãs.
E que assim estejamos sempre preparados, revestidos da "armadura da Fé" e fazendo uso das  "armas" da Oração e da Prática da Caridade para travar em permanência e sem descanso  o bom combate pela Defesa da Fé e pelo Auxílio a Nossos Senhores os Pobres e Doentes.
Tenhamos sempre presente que ir ao encontro dos mais fracos, dos mais necessitados e daqueles que sofrem é indubitavelmente ir ao encontro de Jesus.
É essa a razão  essencial, e não outra da nossa pertença à Ordem de Malta.
Que o Senhor nos inspire e guarde, a nós e às nossas famílias nesta quadra do Natal e nos ajude a encontrar a Paz de Espírito, e a sermos puros e limpos de Coração e que ELE possa  conceder-nos  a Fortaleza interior necessária para o aprofundamento da nossa Fé, para o nosso aperfeiçoamento Espiritual e para a boa prossecução da realização das nossas Obras Assistenciais.

Com os meus votos de um Santo Natal e de um Feliz  Ano Novo de 2014, repleto de Bênçãos do Senhor.


Conde de Albuquerque
Presidente